Blended Marketing: como conjugar marketing online e marketing offline

18 Novembro 2016

Veja alguns exemplos sobre como pode conjugar processos offline e online, agilizando e reduzindo o seu custo de aquisição de clientes.

A evolução proporcinada pela web, fez com que os processos de compra online e offline se tenham fundido cada vez mais, por isso é cada vez mais importante aprender a conjugar as duas formas de comunicação numa estratégia de blended marketing ponderada.
Hoje em dia, seja antes ou depois da experiência presencial com um produto, a maioria dos consumidores pesquisa informação na internet. E, com o mobile cada vez mais em voga, as pesquisas tornaram-se cada vez mais acessíveis, podendo inclusivé ser feitas no ponto de venda, com todas as vantagens e desvantagens que isso possa significar.
Veja alguns exemplos sobre como pode conjugar processos offline e online, agilizando e reduzindo o seu custo de aquisição de clientes.

EQUIPA COMERCIAL
Segundo as estatísticas, mais de 50% da tomada de decisão do consumidor é feita mesmo antes de qualquer contacto com alguém da equipa comercial.
Como as vendas presenciais são um processo cada vez mais caro e exigente, uma estratégia de marketing global permitirá identificar e segmentar os leads e oportunidades que realmente valem a pena ser tratados presencialmente. Assim, as oportunidades de marketing devem estar coordenadas com a área comercial, e o tempo da equipa comercial deve ser gasto com leads qualificados. Algo que poderá ajudar, é criar dinâmicas de comunicação pós-venda tanto para leads ganhos (serviço pós-venda) como para leads perdidos (recuperação de clientes).

PONTOS DE VENDA
Seguindo a lógica de que as vendas offline podem sempre tirar benefício das ações de marketing digital, várias marcas já utilizam a web para atrair clientes ao ponto de venda.
Esta estratégia pode ser usada tanto por empresas que vendem apenas offline como por empresas que possuem canais ecommerce, ou os dois canais em simultâneo. Manter-se próximo dos consumidores (actuais e potenciais) e fornecer conteúdo relevante será sempre uma boa estratégia, que reforçará a marca e as vendas.
Algo que poderá fazer é disponibilizar online descontos exclusivos para os clientes utilizarem no ponto de venda físico, estimulando a deslocação do público online até à loja.
Também poderá comunicar mudanças e novidades da loja física através dos canais digitais (rede sociais, email marketing, mobile marketing).

FEIRAS, EXPOSIÇÕES E EVENTOS
A presença em feiras ou outros eventos ainda é uma estratégia de angariação de leads muito presente na maioria das empresas portuguesas. A grande desvantagem deste tipo de acção é que tem, ao mesmo tempo, um investimento alto e, tal como em qualquer método de marketing tradicional, é difícil medir resultados. Por outro lado, acontece frequentemente perder alguns leads gerados durante os eventos pela demora e dificuldade em manter uma relação e um contato posterior.
Algo que poderá ser feito é, antes do evento, criar uma campanha online com landing pages específicas relacionadas com o evento, de modo a rastrear e recolher informações de leads que estejam interessados na participação dos eventos e ter a equipa do evento já preparada para recebê-los. Após o evento, poderá ser feito o envio de email marketing (automatizado ou não) para cada contacto gerado. Os stands, bem como outros suportes impressos, poderão ainda ter QR Codes que direcionem os visitantes para páginas específicas.

O processo de compra e venda tornou-se cada vez mais dinâmico, e a coordenação entre as ações de blended marketing é fundamental para ampliar oportunidades, tempo da equipa comercial e de marketing, bem como minimizar o custo de aquisição de clientes.