5 Razões porque um Website deve ser Web Responsive

14 Abril 2015

O meu website tem de ser Web Responsive? Porquê?
 
Eis uma questão que nos é colocada diariamente e que está a preocupar muitas empresas que ainda não possuem um Website Responsive. Tudo porque a partir do dia 21 de abril, a Google irá introduzir alterações significativas no seu motor de pesquisas, em que os websites que não são Web Responsive ou Mobile Friendly serão gravemente prejudicados nas pesquisas efetuadas, sendo colocados nos últimos lugares dos rankings. Logo, menos visibilidade, menos possibilidade de atrair visitas e negócios.
 
Mas afinal o que é o Web Responsive?
 
É uma solução técnica que procura ultrapassar a multiplicação das diversas formas de como um website pode ser visualizado. Se há poucos anos um website apenas podia ser observado num desktop ou num portátil, hoje existem smartphones e tablets com diversos tamanhos de ecrãs, que vieram dificultar a visualização destes mesmos websites. Para resolver este problema, foi encontrada esta solução técnica, o Web Responsive, que permite que qualquer website com esta tecnologia se adapte automaticamente à largura do ecrã em que está a ser visualizado.
 
Agora que já sabe o que é o Web Responsive, saiba porque o seu website deve incorporar esta tecnologia:
 
1.º Tempo é dinheiro
 
Ter a versão de um website para ser visualizada num desktop normal e outra em dispositivos móveis custa o dobro do investimento e recursos para a inserção de conteúdos. Com um website Web Responsive necessita apenas de ter apenas uma versão do website e a atualização de conteúdos é mais rápida e funcional em todos os dispositivos.
 
2.º Menos visitas são menos oportunidades de negócio
 
Segundo a Google, quando um utilizador acede a um site via mobile espera que o mesmo funcione corretamente. Se não acontecer, mais de 50% de utilizadores não voltam a abrir o mesmo site. O que significa que os seus clientes vão, provavelmente, escolher um website da concorrência que já seja Mobile Friendly.
 
3.º Websites Responsive melhoram os termos SEO
 
Com as alterações que serão efetuadas pela Google a partir de 21 de abril, os websites que não sejam Mobile Friendly descem no ranking e na prioridade dos resultados de pesquisa. Ao mesmo tempo, não cumprem os requisitos técnicos que a Google irá colocar como mínimos para serem beneficiados nas suas pesquisas. E um website que não cumpra as boas práticas da Google dificilmente terá sucesso no mundo online.
 
4.º O meu website já é Mobile Friendly. Será?
 
Mais de 2 segundos de carregamento de um website ou página é já uma eternidade para o Google Page Speed Developers, algo que acontece a um website que não é Mobile Friendly. Acha que o seu website cumpre este e outros requisitos? Então aceda aqui ao Teste de compatibilidade com dispositivos móveis da Google e veja se o seu website está preparado para o futuro que a Google nos propõe.
 
 
5.º Aumento de utilização de dispositivos móveis
 
Os números associados ao universo mobile têm crescido nos últimos anos de forma impressionante e a previsão para os próximos anos é ainda maior. Senão, vejamos:
- Mais de 20% das pesquisas no motor de busca Google são realizadas através de dispositivos móveis;
- 9 em cada 10 pesquisas em dispositivos móveis geram uma ação;
- 50% das pesquisas em dispositivos móveis terminam numa compra;
- 61% das pessoas têm melhor opinião sobre uma marca que oferece uma boa experiência ao nível da navegação em dispositivos mobile.
- Segundo dados da IDC, em 2020 serão vendidos quase 5,5 milhões de equipamentos móveis de computação em Portugal, dos quais 3,8 milhões serão Smartphones, 1,3 milhões Tablets e 363 mil Híbridos (Tablets e Portáteis), o que corresponde a um crescimento anual médio composto de 7% entre 2015 e 2020!
 
Ainda pensa que o seu website não deve ser Mobile Friendly?
 

inCentea Marketing e Inovação